NOTÍCIAS

Araras é mantida na fase vermelha e comércio deve continuar fechado



O Governo do Estado de São Paulo anunciou em coletiva hoje, dia 24 de julho, que a região de Piracicaba deverá continuar na fase vermelha do Plano São Paulo devido a ocupação da segunda maior taxa de UTIs do estado.

O comércio de Araras deverá continuar fechado assim como os outros segmentos considerados não essenciais.
Todos os 26 municípios que integram o Departamento Regional de Saúde de Piracicaba devem continuar com os comércios não essenciais fechados pelo menos por mais sete dias.

Com isso, o comércio classificado como não essencial (lojas de calçados, roupas, móveis, etc) permanece fechado, permitindo apenas o serviço de delivery (entrega). Apenas os estabelecimentos classificados como essenciais (supermercados, açougues, postos de combustíveis, oficinas, etc) seguem abertos.
Embora apresente uma situação melhor do que outros municípios que integram a regional de Piracicaba, no que diz respeito principalmente à taxa de ocupação de leitos, e mantenha o mesmo índice de isolamento social com as lojas abertas ou fechadas, Araras é obrigada a seguir a mesma regra determinada pelo governo estadual para as demais cidades que fazem parte da região.
Na próxima semana, dia 31 de julho, o Governo de São Paulo deve apresentar novo balanço do Plano São Paulo e a classificação por cores das regiões do estado que serve para indicar aos prefeitos destas áreas quais as atividades que podem ser autorizadas a funcionar.  

Como deve permanecer o funcionamento do comércio em Araras

Comércio essencial
(supermercados, açougues, postos de combustíveis, oficinas etc)
Liberado para todos os dias da semana, nos horários de seus respectivos alvarás

Comércio não essencial
(lojas de roupas, calçados, móveis etc)
Permitido apenas delivery (entrega em domicílio)

Bares, restaurantes e depósitos de bebidas
Proibição de consumo no local
Permitido somente delivery (entrega em domicílio) e drive thru (retirada no local)